Kilim

O termo Kilim tem origem na Turquia e significa dupla face. Estes tapetes estão entre os mais antigos e sua origem é desconhecida. Seus fios são laçados como se fossem bordados, um a um. Hoje, este modelo é produzido em diversos países do oriente como, Turquia, Irã, Rússia, China, Paquistão, Marrocos e Índia, sendo que em cada um destes países tem um característica própria, que reflete a cultura e a história local.

Os desenhos definem a identidade de cada tribo. Os Kilins turcos, por exemplo, não possuem os desenhos de animais e figuras humanas como é próprio dos indianos, que também apresentam figuras geométricas. Em comum as peças possuem cores vivas. O tingimento dos fios é natural.

As peças mais contemporâneas caracterizam-se pelos desenhos geométricos, cores intensas, como vermelho e terracota e medidas em grandes dimensões, mas continuam sendo produzidos manualmente.